Primavera equivocada

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

O frio chegou sem licença,
alheio ao tempo,
à estação,
à florescência teimosa do jardim.

Sem entender o que as colocou à sombra,
as flores, antes vivas,
ressentiram-se,

curvaram-se,
calaram-se entristecidas.

E açoitadas pela chuva,
choraram setembro...



Helena Chiarello


9 comentários:

HEITOR disse...

Um frio que chegou sem licença e ultrapassou o estado físico da estação!
As lágrimas que choraram Setembro irão regar a Primavera e novas flores irão se abrir em Outubro, Novembro, Dezembro...
Parabéns por mais uma beleza de poesia, Helena!
Beijos e afetos,
HVillaS.

Whesley Fagliari disse...

Querida Helena,

Muito linda a sua primavera (mesmo que equivocada) bem como todas as estacoes que encontro por aqui todas as vezes que busco orvalhar-me em sua poesia... Magnifico e belo! Sempre! Parabens!

Luz e paz!

Com carinho sincero,
Whesley Fagliari

Anne Lieri disse...

E eu choro com essas flores,pois não suporto mais esse frio!Cadê a linda primavera,cheia de sol,flores se abrindo,pássaros cantando felizes?Quero o sol!Linda e comovente poesia,Helena!Bjs,

Chica disse...

Lindo,Helena!É a mãe natureza que nos puxa as orelhas dessas forma...beijos e um lindo dia,tudo de bom,chica

Polzic disse...

Muy buen blog! Te invito a visitar el mío!

www.legosargentina.blogspot.com

Muchas gracias!

Raquel Oliveira disse...

Adoro ler seu cantinho....
dele vem muita inspiração.

bjos

Sarah El Khouri disse...

Estou encantada! Linda poesia!Estou sem palavras!

Triste Flor disse...

È tão bom vir aqui...calmaria esse cantinho... adorooooooooooooooooooooooooooooo bjusssss

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.