Um dia, as asas...

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Um dia,
as asas...

...esquecidas entre esperas e ausências,
desbotadas pelos silêncios e intervalos
que nos impôs o tempo,
mudaram suavemente as plumas
para só, então, voar

                                   [a dominar os ventos
                                   e a vencer os mares]

com aquela leveza e precisão
que só se consegue
quando se voa aos pares...


Helena Chiarello


4 comentários:

Chica disse...

E voar aos pares é lindo e te desejo lindo e maravilhosos voos! beijos,tudo de bom,chica

Anderson Fabiano disse...

stella mia,

tantas quantas forem as vezes que passar por aqui, me restará (e a tantos outros) reverenciar, humilde e solenemente, esta tua inesgotável capacidade de cantar a beleza.

saio daqui alado, leve e preciso, pois sei meu melhor par.

amo você, poetinha,
barba

Sarah El Khouri disse...

Agradeço a sua visita ao meu cantinho de poesias. Visito o seu não para retribuir, mas porque me encanto com a beleza dos poemas que aqui são postados. Fico orgulhosa de te ter como leitora. :) Aliás vc tem twitter? Criei um há poucos dias.
Bjos

Gaivotadourada22 disse...

Somente quando o voo é Uno os bons ventos nos chegam invadindo a alma, somente assim a plenitude se eterniza nos corações!!!
Lindo! Lindo! Lindo, Lê!
V!V!V! Todas Elas voando por aí!!! Beijos minha Amiga do Coração!