A gosto, setembros...

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Gosto desse gosto
de manhãs
em minha janela.

Gosto desse vento rendado

que escancara as cortinas
e deixa que riscos de sol
se espalhem
desenhando
primaveras nas paredes.

              Gosto dessa flutuação,

              dessa sensação esvoaçante
              que me arrebata
              a palavra
              para dizer claridade
              e pássaros,
              aromas
              e contentamentos,
              ternuras
              e florações.

Digo então o gosto.

O gosto 
dessas manhãs
em minha janela
de alegrias escancaradas,
emoldurando setembros,
levezas
e deslumbramentos.


Helena Chiarello


23 comentários:

✿ chica disse...

E eu adoro te ver gostando disso tudo , pois sabes expressar lindamente teus sentimentos! Lindo!!! Um beijo,tudo de bom,chica ( viste a maratona do dia? Faz paaaaaaaaaaaaaarte,srsr!!!)

Leninha disse...

Helena querida,tua emoção me contagia e
me faz ver a minha janela do sotão,que hoje transformei em meu quarto,com olhos poéticos e o ar da noite,ameno e fresco,se transfigura em estrelas e luar e seus raios me en
volvem como um lindo manto rendado.

Bjsssssss enluarados para os dois muito queridos,
Leninha

Su disse...

Helena...

que lindo! Todos os meus sentidos se reuniram aqui... que delícia te ler minha amiga! Fico aqui pensando... essa leveza toda só pode ser escrita pela alma de alguém que tem muita, mas muita luz mesmo... e luz atrai mais luz, e a sinto brotar também dessa janela, e assim as palavras da poesia invadem da maneira mais doce o meu olhar, o meu coração....

beijos e um domingo com muito amor, paz e flores flores flores, dessa primavera que se anuncia...

Su.

Palavras disse...

Realmente, é um belíssimo poema!

Sarah El Khouri disse...

A Su disse tudo: "Todos os meus sentidos se reuniram aqui... que delícia te ler minha amiga." Senti até o aroma da sua poesia.
É um prazer ler-te.

manuela barroso disse...

Como sempre as tuas palavras são a tua alma minha querida Helena!
Uma pintura, tal o pormenor, a realidade, o gosto pelo gosto de A gosto...
Aqui, o ventinho não sabe a primavera! Traz antes a sensação do chá quente.
Uma janela com rendas de vento, nas cores rendadas na janela!
De ti!
Obrigada pelas tuas palavras para tio. Triste sim.Mas a vida às vezes vira casarão!
beijo na alma

Gaivotadourada22 disse...

E esse deslumbramento chega até nós nas asas de teus Poemas e no canto da tua Poesia...
Não há palavras para descrever o aterrissar desse voo em nosso coração!!!
Maravilhoso "A gosto, setembros..."!!!
Beijo grandão, minha Amiga do Coração!

mhelena disse...

Um passeio por seu olho repleto de manhãs de setembro, próximo da primavera e da beleza de poder sentir exageradamente o som de ser feliz!!!
Bjos

Leninha disse...

Vim te deixar um beijo,nesta noite de primavera,com aromas de flores e suavidade de brisas amenas.
Boa noite para os dois queridos,
Leninha

Su disse...

vim ver essa janela, assim...cedinho, e deixar um beijinho de primavera, o desejo de uma semana linda, florida e cheinha de alegria pra essa moça que eu adooooooro aí do outro lado da "janelinha"...hehehe

se cuida!

Su.

Leninha disse...

..
Minha querida Helena,vim espiar tua janela e sentir a primavera e a felicidade contagiantes de teu verso...e,também,amiga,agradecer,emo
cionada,as carinhosas palavras lá no nosso cantinho

Bjsssss para os dois e uma especial tarde de primavera,

Leninha

Um brasileiro disse...

Oi. Tudo blz? Estivew por aqui. Muito legal. Gostei. Apareça por la. Abraços.

MARILENE disse...

E eu gosto dos seus versos, repletos de encantamento. Gosto da forma como transmite seus sentimentos. Gosto do gosto que manifestou nesse poema,
da simplicidade rica com que o construiu.
Bjs.

Milla Pereira disse...

Helena, vim matar saudades e deixar um beijo com muito carinho. Bom fds, amiga!

Milla Pereira disse...

Amore mio! Obrigada pelo alerta sobre os comentarios em meu blog. Já fui lá e fiz a opção correta. Depois, vá lá e me diga se a coisa agora vai! Beijo grande cheio de carinho aos dois amados.

Anne Lieri disse...

Helena,esse eu nao tinha visto!Lindo demais!Tb adoro esse reflexo que o sol deixa na janela!Maravilhoso,poetisa!Bjs e boa semana!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há poemas
que trazem em si,
o delicioso
sabor da vida...


Que os sonhos te habitem
o coração, sempre...

Ivani disse...

E eu gosto tanto de ler o que você escreve.
Sua poesia é clara, linda, leve.
Demorei para chegar aqui, mas valeu a pena. Ler você é uma delicia!
Beijo amiga, tenha um lindo fim de semana.

Milla Pereira disse...

Helena, passei pra lhe deixar um beijo carinhoso e saber noticias de ti. Lindo domingo, abraço afetuoso.

manuela barroso disse...

Minha querida,
Passei, olhei tua janela. Que flores estarão a sorrir para este sol de gente que fascinada com tanta cor?
...e não estavas à janela. Estavam as flores que são o teu retrato!..
Terno abraço

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Sabe, Poetinha, é maravilhosamente estranho ver uma imagem que dividimos ressurgir tão grandiosamente poética nas suas letras.

É realmente mágico reler essa imagem tão comum às nossas manhãs, metaforseada na mais pura Poesia.

É sublime, é privilégio puro saber-me tão perto de tudo isso.

Amo você, Poetinha! E como amo...

Barba

Elisa T. Campos disse...

Seus poemas aguam todos os 5 sentidos

Elisa T. Campos disse...

Corrigindo , Seus poemas aguçam todos
os sentidos . Suavidade no escrever.

Um bom final de semana