Versos de amar e mar...

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Um poema a Neruda

Aberta em poesia e velas

a página versa as vagas
de um mar que invade as praias
da emoção sem precedentes.
Não há que ser diferente.

A tua palavra-onda

tem uma força que alaga,
maré-cheia meus sentidos
e inunda minha visão.
Tua frente à minha frente
transforma o momento em vento
e em veleiro, a emoção.

                         E leio,

                         navego e canto
                         e rio,
                         naufrago e pranto.
                         É a tua voz o timão.

                         E sinto e vago, singrando

                         à deriva da razão.
                         Parto e cais,
                         a tua palavra
                         ancora meu coração.

E escrevo pra ti,

então,
um verso afogado e louco,
enquanto em mim há tão pouco
das águas desse teu canto
e do imenso mar em tua mão...


Helena Chiarello



[Poema publicado na II Antologia "Mil Poemas para Neruda" - ed. 2011, organizada pelo poeta chileno Alfred Asís, Cónsul de Isla Negra y Litoral de los Poetas - Poetas del Mundo, .lançado no Chile. em 09/Julho/2011]

19 comentários:

✿ chica disse...

Espetacular,Helena ! Adorei o poema e tua participação foi brilhante, como nem poderia ser diferente, assinado por ti! beijos,chica e parabéns!

MARILENE disse...

Só posso aplaudir. E o faço de coração, pois seu talento emociona.
Bjs.

Anne Lieri disse...

Helena,que lindeza de poesia!Magnífica participação nessa antologia em merecida homenagem a Neruda!Disse bem como ficam nossos sentimentos ao ler os poemas desse grande escritor!Bjs,

Su disse...

Amiga linda,

simplesmente Neruda... sei do seu amor por ele, lembrei do filme O Carteiro e o Poeta... Sou suspeita também, pois desde que conheci Neruda, foi amor a primeira vista.

levo esse verso...

e escrevo pra ti,
então,
um verso afogado e louco,
enquanto em mim há tão pouco
das águas desse teu canto
e do imenso mar em tua mão...

simplesmente divino... de ler, fechar os olhos e silenciar...

beijos pessoa que eu adoro!

Su.

Gaivotadourada22 disse...

Maravilhosamente lindo!!!
Aplausos para a Poetisa e para o Poeta/Poema/Poesia Maior...
Tua Poesia/Canto chega junto ao coração do Poeta como acalanto que abraça sua alma!!!
Parabéns Amiga do meu Coração, tua “Criação Iluminada” ilumina a II Antologia "Mil Poemas para Neruda"!
Beijos Mil e Todas aqui a aplaudir!!! V!V!V!V!
Estou Feliz por Você!

mhelena disse...

Posso ver Neruda sorrindo diante da beleza desses seus versos repletos da emoção que brota da verdadeira poesia, este entendimento do outro, da vida, do sentir, que você tão bem soube traduzir. Lindo demais!!!!
BJos

Leninha disse...

Muito lindo amiga querida,Neruda deve estar te abençoando,onde ele estiver.Parabéns,pelo poema e pela publicação.
Tuas suaves palavras iluminaram o meu dia.
Bjssssssss e um enorme carinho,
Leninha

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

A vida é feita de momentos...
E estar aqui está sendo um momento especial...
Voltarei sempre que puder...
Se quiser, dá uma passadinha no meu também...
Quem sabe não gosta e fica.... E com certeza retribuirei a gentileza.

http://cristalssp.blogspot.com

Beijos  Ani

joaquimdocarmo disse...

"(...)
E leio,
navego e canto
e rio,
naufrago e pranto.
É a tua voz o timão. (...)

Maravilhoso, Helena! Pablo o merece!
Beijinho
Quicas

Leninha disse...

Helena muito querida,estou passando novamente prá reler o teu belo poema e para dizer que postei dois poemas teus no Dez Leis.
Estou meio cansadinha por conta da doença da Ariel ,que não nos deixa dormir direito...mas graças a Deus,o pior jä passou.
Bjsssss,amiga amada e um perfume das flores do meu jardim,
Leninha

Su disse...

bom dia amiga...

chuvinha aqui, um cházinho e uma varanda... amigas queridas... trouxe a Leninha comigo...rs ela nem sabe que está aqui, mas adora um cházinho e adora a Helena...rs

e assim conversamos as três, ou melhor, lemos Neruda em versos de Helena, uma eterna apaixonada por ele... que canta seus versos em mar... em amar...

um beijo bem grandão amiga querida...

um dia lindo lindo lindo...

Su.

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Não sei o que sentem aqueles que te leem, pois não vejo seus olhos. Mas sei ao correr meus olhos por esta jóia, que se Pablo a ouvisse em "Versos de amar e mar", esse "seu" poeta correria grave risco de perder sua melhor duetista.

Estes versos "afogados e loucos" de "pouco" nada há. Ao contrário, são mais que dignos de figurar numa antologia ao grande Pablo.

E então, amo você Poetinha... por este seu "imenso mar", pelas mãos cúmplices e por todas as águas que ainda hão de passar...

Te beijo, Piazinha.

Barba

Milla Pereira disse...

Olá, minha doce amiga! Passeando por aqui, após um período de ausencia forçada, pra matar saudades. Cd vc? Helena, posso lhe perguntar como vc faz para mudar o termo "comentário" para
"revelações"? Gostaria de mudar lá no meu e não sei como. Se puder, me ensine, tá? Beijo com muito carinho e saudade.

manuela barroso disse...

...e li...e li e...minha querida amiga, fiquei afogada em tamanhas
águas neste mar imenso!
Perante tanto...tão pequena...me sinto...
Sou veleiro em contra-mão neste teu oceano!
Terno abraço, minha querida!

Milla Pereira disse...

Amiga, pasando hj pra deixar meu beijo carinhoso.

mhelena disse...

Voltei para ler novamente e agasalhar minha alma sedente de bons poemas. Saio aquecida, mais forte!
Bjos

Milla Pereira disse...

Amore mio! Vim deixar um beijão e desejar um lindo fds com muita alegria, paz e (muito, mas muito mesmo... amor)

Palavras disse...

Aplausos!!!!!!!!!!!!!!!

Tyrone disse...

Tenho certeza de que nem traças ou cupins conseguirão destruir essa união literária, etc, etc.