Silêncio

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

O intervalo das palavras
é o espaço necessário
a tudo o que diz o olhar.

O olhar,
essa iluminada passagem
por onde as asas regressam
contando de eternidade,
infinito
e alma...


Helena Chiarello

12 comentários:

✿ chica disse...

Teu silêncio fala fundo e lindamente, como sempre!!beijos,tudo de bom,chica

Elisa T. Campos disse...

Que os intervalos sejam sempre assim
cheios de inspirações.

bjs

manuela barroso disse...

Silêncio!
Tudo tão perfeito, tudo tão autêntico, tudo tão profundo!
E tu sabes, sentes, o que essa palavra me significa! A profundidade de um Eu que não sei onde se esconde, e o que quer de mim! O tempo que para pára me encontrar! O refúgio onde retempero o corpo e a alma. A paz onde me encontro e encontro tão lindas recordações! Se não fosse este cismar, eu não teria encontrado anjos como tu!
Lindo, minha querida amiga Lé! Simpesmente Tu!
Um grande e ternurento abraço

Leninha disse...

......e este teu olhar nos fala de alma,de espírito,de eternidade...nos transporta com estas asas para onde a vida se perpetua.
Muito belo,muito suave.
Que a tua semana tenha a beleza deste poema,minha querida Helena.
Bjsssssss,
Leninha

Márcia disse...

Coisa boa estar aqui, o olhar sempre revela a nossa alma, lindoooo tudo, beijo com saudadeeee.

amodoro viu? amiga sumida, sinto falta das nossas conversas rs, beijo, beijo, beijo.

Gaivotadourada22 disse...

Minha Amiga do Coração...

É esse silêncio que catalisa o bater de asas em todos os regressos plenos de eternidade, infinito e alma... E a tua Alma sabe tudo desse voar que é eterno, tem os infinitos Poemas e as partituras de todas as Poesias!!!
E nós? Nós temos o privilégio de ler e sentir esse "Silêncio" por onde tua alma voa!!!

A saudade é tanta minha Amiga...
Beijo grandão para você! Adoroooooo sempreeeee!!!

mhelena disse...

Magnífico silêncio recortando o olhar, esta mágica janela da alma. Profundo e encantador poema!
BJos

joaquimdocarmo disse...

Helena, fiquei a olhar e só sobrou o silêncio... encantado!
Beijinho com renovados votos de Feliz Páscoa!
jc

Su disse...

amiga, você não imagina como eu tinha que ler isso...

nesse espaço entre o silêncio e o olhar eu quase me perdi...

que bom que encontrei essa ponte entre eles aqui...

beijo!

Su.

manuela barroso disse...

...e no ruído do silêncio ouvi o cantar das asas.
E vim dar-te um abraço!
E fui!
MB

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

E antes do verbo? E, melhor ainda, o verbo que não disse, apenas olhou.

Sei do verbo e do olhar... mas, não sei dizer tão bem quanto você.

Então, amo você por isso também.

Amo você, Poetinha,

Barba

Liza Leal disse...

Me trouxe a lembça de Saint Exupéry qdo diz: "O essencial é invisível aos olhos".

lindo dia!
bjo
.
L!zA