Verdecências

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

 O olhar e o pensamento
  soltos na paisagem,
  no vento que sopra
  metáforas
  por entre as folhas,
  nas árvores e ramos
  que estendem-se -
  veias pulsantes
  de emoções clorofiladas,
  no instante que suspira
  florescências,
  como se o coração do mundo
  precisasse apenas de jardins
  pra continuar batendo.
  E tudo é sopro,
  broto,
  essência,
  vida,
  alegria certa.
  O olhar e o pensamento
  [fascinados]
  absorvem verdecências
  de estética indefinível,
                       esplêndidas
  como as tonalidades
  de cada manhã.

  Talvez seja esse o motivo
  de serem sempre verdes
  as esperanças.


  Helena Chiarello

14 comentários:

Leninha disse...

Helena querida,

Um jardim preenchendo a terra,nossa Mãe Terra tão maltratada,seria a realização de sonhos de todos nós,habitantes e viajantes deste planeta azul tão sugado e acinzentado.Verdes invadindo todos os espaços seriam a esperança de dias melhores...
Verdescências,brotos,seiva...
e muita Paz e Felicidade neste Dia da Terra,que é o dia de todos nós habitantes deste planeta azul!

Bjsssssss,
Leninha

✿ chica disse...

O Olhar e o pensamento voam nas imagens oferecidas pela natureza...

E com tuas palavras maravilhosas haveremos de deixar sempre mais e mais verdes nossas esperanças.

Lindo,Helena!! Te aplaudindo daqui!! beijos,linda nova semana,chica

manuela barroso disse...

E na tua poesia sente-se o pulsar ritmico de um coração que bate com a alegria da terra e do acordar das manhãs. O verde da esperança pinta-se nas folhas das palavras com uma construção poética de uma sensibiidade e musicalidade que torna ainda mais belo o verde de cada dia nas "metáforas do vento".
Magnífica poesia, Helenaamada!
Tu e ela, com as mesmas tonalidades de beleza!
TEABRAÇOOOO!

Beth/Lilás disse...

Bom dia, Helena!
Que delícia ler esta poesia verdinha nesta manhã outonal!
Tô voltando aos pouquinhos, inspirando-me com gente valiosa como você.
beijinhos cariocas

Gaivotadourada22 disse...

Minha Amiga do Coração...

Que maravilha chegar aqui e encontrar um Poema tão lindo... Adoro tua maneira de dizer sentimentos,
paisagens e momentos... "Verdecências" para mim um Mantra que nos coloca em estado de graça e nos permite sentir a vitalidade que reside na Esperança!!!
Aplausos Mil Lê! Ameiiiiiii!!!!!!!
Beijos!!! e todas Elas V!V!V!

Ps: A saudade insiste em aumentar...

Anne Lieri disse...

Ai Helena,que beleza de poesia!Finalizou maravilhosamente comparando o verde á esperança!Vc é demais!Bjs,

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

O universo nos contemplou com as verdecências. Abundantes, sob a janela e nessa sua alma privilegiada.

As esperanças nos moveram (e nos movem) a cada amanhecer, a cada sopro, a cada viver... meu e seu.

Amo você, Poetinha!

Barba

Su disse...

vim, li... me encantei, suspirei e fui...
voltei no dia seguinte, li... pausei meu olhar nas palavras verdejantes, coração floriu nesse instante...fui...
mais um dia, vim e reli... reli e sorriam meus olhos, coloridos de verde, um verde cor de vida que pulsa infinitamente feliz... e fui mais uma vez...
hoje, voltei... e li, reli e outra vez... suspirei, pensei na beleza, na suavidade, na verdade pensei na leveza dessa poesia... que hoje, só hoje deixou meus dedinhos verdejantementes felizes e livres, eos permitiu colocar assim simplesmente a admiração escancarada que eu tenho por essa moça, essa grande e de coração certamente "verdejante" a Helena!

Linda! Amei de paixão!

Beijokas gigantes e diz pro Fabiano que estou com saudades dele também!!! Beijokas duplas então, nas bochechas dos dois lindos!

Su.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Com certeza
a esperança
tem cores verdes,
enquanto a poesia
tem as cores
da vida semeada
por esta esperança.


Que sempre haja amor,
para alimentar de sentidos
sua vida.

Tatiane Salles. disse...

Voa o pensamento, mas o verde da esperança sempre fica. Adorei seu blog, querida, Helena. E já fico por aqui te fazendo companhia. Continuemos... :D

Ótima sexta, ótimo final de semana.
Forte abraço, Tati.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

Su disse...

moça mais que querida!!!

vim te ler mais um pouquinho e os olhos se "esverdeiam" por aqui, que bom... porque o dia em Pira está tão cinzinha...rs

amiga, vim te desejar um feliz dia das mães! sei que todos os dias são nossos...hehehe, mas já que escolheram um pra lembrar, então: comemoremos!!!

curta muito seu dia por aí!!!

beijos pra ti e pro Fabiano!!!

Su.

Elisa T. Campos disse...

Querida amiga

Me enchi de encantamento, minhas veias pulsaram verdejantes em metáforas que não consigo descrever.
Maravilhosa esperança.

Um Feliz Dia das Mães.
Lindo dia.
Beijos

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o Blog !

Embora tenha visto rapidamente, gostei bastante e te convido para conhecer, seguir... meu espaço:

http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

Muito Obrigada, desde já !

manuela barroso disse...

Vim matar saudades e ler as tuas verdecências enquanto aqui tudo amarelece. A tua poesia é única, Cada leitura uma nova paisagem na alma e no coração; sempre com novas tonalidades.
Obrigada pelas tuas tão doces palavras minha doce amiga. Nada do que acontece é por acaso: uma pura e grande amizade. Fico feliz por ficarem felizes. Um grande abraço amigaamada!