Brilho

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Falava de um lugar

de mistérios e promessas.
Trazia poemas nos braços
e afagos nas mãos.
E quando dizia coisas azuis,
seus olhos se perdiam
na contemplação
da eternidade.
Falava de um lugar
de encantos e certezas
e um riacho com seixos
cintilava
entre as palavras...


Helena Chiarello

9 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e falar de coisas azuis, sempre encanta!! beijos, bom te ver! chica ( como andam a vovó, filha e netinha?Babando muito?)

Helena Chiarello disse...

Nem imagina quanto, Chicamada!! Estamos curtindo muito a nossa pequeninha! É linda!! Moreninha de olhos azuis, uma loucurinha! rs
Obrigada sempre pelo carinho, pessoa querida!
Beijo grandão!

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Falava de você
Bem antes de sabe-la.
E assim, os encantos e certezas
Amanheceram
No nosso leito de seixos
emoldurados com as palavras
Que deram sentido
À nossa história.

Amo você, Poetinha!
Minha melhor coisa azul.

Barba

Elisa T. Campos disse...

Querida amiga

Paira sempre um brilho no ar quando venho aqui.
São seus poemas falando de coisas azuis cintilando sobre o riacho.

Ameeeei.
Bjs.

Janicce disse...

Quando amamos ou gostamos de algo, sempre trazemos conosco o brilho cintilante de coisas belas.
Lindas palavras.

Vieira Calado disse...

Um bonito e esbelto poema, sim senhor!

Beijinhos!

manuela barroso disse...

Tinha saudades.
E encontrei-te no azul das tuas palavras onde tanto se revela.Tu és a cintilação na pele da água!
Beijo grande amigaamada!

Tunin disse...

O azul sempre nos dá o tom do amor.
Bela mensagem poética!
Abração.

Maria Lucas disse...

Tão bom voltar aqui e novamente me encantar....