Demoras...

Foto: Helena Chiarello

Não há muito pra dizer
sobre essa noite insistente
que leva meu sono
pelos desvãos do silêncio.
Tanto cansaço e nenhuma trégua
nessa insônia sentenciada
de pensamentos e fardos
onde tudo me atordoa
e até o medo me atira dardos!
Não há nada parecido
com essa não-paz que me dói
e entre risos me acena,
debocha das minhas preces,
me arranca do meu sossego
(e nem posso sair de cena!)

                       Minha vontade de sono
                       é feita de ilusões descartadas
                       e desintegra-se, hora a hora,
                       na contagem regressiva
                       de uma espera sem promessa
                       pra morrer à sombra aflita
                       de uma insana madrugada
                       que não tem nenhuma pressa...


Helena Chiarello

2 comentários:

✿ chica disse...

A cada poesia, mais beleza e inspiração! Parabéns pelo teu niver! FELICIDADES muiiiiiiiiitas e SEMPRE! bjs, chica

gaivota22 disse...

Lindíssimo... e perfeito!!!! Beijos minha Amiga do Coração!!!!