Absurdo

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Repetir incansavelmente
um gesto acanhado e inútil
e julgar que um dia adquira
um sentido surpreendente
e traga o convencimento
de que seja imprescindível
e capaz de sustentar a vida.



Helena Chiarello

2 comentários:

Ellen Veloso Soares disse...

Eu creio que os gestos são sinais valiosos e que, apesar de parecerem tão simples, podem sim mudar situações e "sustentar a vida"!!

gaivotadourada22 disse...

Minha Querida LÊ...

O gesto acanhado e inútil se perde na imensidão da vida, que se sustenta por si só... Somente amorosas mãos em amorosos gestos, são imprescindíveis para acariciar e abrigar um coração!
Mil beijos para Você e para toda sua Poesia!