Tessitura

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Cantam no pensamento
mil poemas,
sinfônicos de letras
que jorram como notas
da orquestra
de meu imaginário.
Não são mais do que isso,
partituras deixadas ao vento,
                  [idealizadas]
paridas pela vontade,
pelo fértil poder de criar.
Invento-lhes o ritmo,
a cadência,
a sonoridade,
a repetição.
Ensaio os ecos de cada nota,
de cada tom.
Entoo,
respiro e suspiro
cada melodia
como se me fosse
essencial e íntima.
                  Nem sempre escrevo,
                  nem sempre consigo.
Mas no pensamento
que às vezes cala,
a palavra canta.
E eu,
                  [sonatíssima]
levito.


Helena Chiarello


28 comentários:

Milla Pereira disse...

Minha querida, versos com a sua sensibilidade de sempre. Adoooooro!
Bom findi, bjs, Milla

✿ chica disse...

♫ ♫ ♫

Que versos maravilhosos.

Tu estás cheia dessas notas que estão em ti...As sente, cantas mesmo que ainda estejam em ti guardadinhas.

Lindo,Helena! Que bom te ler, sempre e cada veza mais inspirada!

beijos,tuuuuuuuudo de bom!chica

♫ ♫ ♫

manuela barroso disse...

UI!!!!
Coisa maravilhosa de se ouvir e ler!
...E tu és música, és poesia, és sinfonia, porque essa alma é linda e completa como tudo isso!E é assim..."o pensamento que às vezes cala, a palavra canta".E como a palavra sai tão conforme a tua música!
Toda a poesia é música, tal a cadência ritmada...
Só a Helena!
Bjiss!

Gaivotadourada22 disse...

Minha Amiga do Coração!!!
Perfeita e linda "Tessitura" que nos confirma que realmente és Sinfonia na Alma a nos brindar sempre com Poemas que são Sonatas em Poesia...
Lê, é sempre uma dádiva ler tudo o que escreves, faz um bem enorme, enche o coração de alegria e faz nosso pensamento voar enquanto tuas palavras cantam...
Um beijo grandão e com muita saudade!!!

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

É claro que o privilégio indivisível de vê-la parindo poesias me confia um saber de você inenarrável.

É claro, também, que saber como essas pérolas literárias brotam dos seus silêncios, me permitem saber o quão rico é esse seu mundo interior.

Por isso é sempre tão difícil pra mim dizer algo que já não tenha dito. Mas, amor, dentre as coisas belas que você doou ao mundo esta, sem nenhum favor, é uma das melhores. Disse isso no momento do parto e repito aqui.

E essa sua incrível capacidade de fazer Poesia é apenas uma das inúmeras razões para eu lhe amar tanto.

Amo você, poetinha! E levito com tudo que você faz.

Barba

Su disse...

Um silêncio que de repente transformou-se em uma sinfonia...

Meus olhos começam então a tentar seguir as palavras, ou seriam notas musicais? E assim a poesia vai nascendo em sensibilidade a flor da pele...
Os dedos mais uma vez param por uns segundos... assim o olhar se volta mais uma vez para as palavras, e a melodia surge suave, sequencial, em ritmo único, imponente em sua força e energia fazendo o corpo suavemente levitar...

Helena, maravilhoso o que sentimos aqui...

Bravo! Bravíssimo!

Beijos amiga! Su.

Anne Lieri disse...

Helena,que beleza de poesia!Profundo e muito,muito lindo esse seu levitar!Bjs e boa semana!

Su disse...

Bom dia amiga linda e querida!

Passei pra levitar mais um pouquinho e reler, rever, sentir, fechar os olhos e ouvir essa sinfonia...

Beijos no coração e na bochecha dos dois queridos e lindos!!! Lindo dia! Su.

MARILENE disse...

Amei sua sinfonia de acordes melodiosos em palavras bem colocadas.
Lindo!

Bjs.

mhelena disse...

É a tessitura da sua finíssima verve poética que canta sonoramente e nos encanta.
Beijos

manuela barroso disse...

Minha Princesa Poetisa!

...e antes que as cortinas do corpo se fechem a esta hora em que até os bichos repousam, venho de mansinho ver-te , ouvir a música dessa alma enorme, onde nem as palavras cabem!
...e levita com as palavras cantadas... música em balões feitos de notas musicais!
"Nem sempre escrevo, nem sempre consigo."
Poesia musical...
Abraço!!

Um brasileiro disse...

Oi. Muito legal aqui. Gostei. apareça por la. abraços.

manuela barroso disse...

...e antes que a música termine, vim cantar um pouco para você!
"...olha que coisa mais linda
tão cheia de graça..."
É assim?
Que esse Rio seja um LAGO!
Bjis

Milla Pereira disse...

Amiga querida. Passando pra lhe desejar um ótimo fds. Estou com novo Blog (rsrsrs)Vai mudar assim lá do outro lado, chê!É que não estava feliz com aquele pretendente a erótico, não gostei. Criei um que sempre desejei: de Crônicas e outros textos, com teor crítico sobre os acontecimentos a que assistimos, todos os dias. Está ficando interessante, passe lá para conferir. Beijo grande, Milla

Leninha disse...

Helena muito amada,a música que vem de ti chega aos nossos ouvidos e nos transporta para um mundo de sonhos,de alegria e beleza...sempre sinto teus poemas como elementos de uma sinfonia que tu reges com delicadeza e precisão.E teus belos acordes sào como portas que se abrem e nos revelam a beleza de teu mundo interior:inspiração,emoções,ternura,
vida, enfim.
Bjssssss repletos de querer bem,
Leninha

Talantalado disse...

olá Helena.

estava passando aqui para dar uma espiada.

aquela metáfora de parir a criação ficou muito boa

abraço

Gaivotadourada22 disse...

Minha Amiga do Coração...
Passando para dizer que ler e te ouvir "sonatíssima" faz um bem enorme para minha alma!!!
Ando com saudade de falar com vocêeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Beijo grandão!
Dê sinal de vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Milla Pereira disse...

Querida, Passando para matar saudades e lhe desejar um ótimo fds, bjks, Milla

Milla Pereira disse...

Amiga querida... por onde andas? Bom fds, bjos com carinho

Leninha disse...

Helena muito amada,estou com saudades de ti,onde estás?
Amanhã estarei saindo de férias,iremos passar uma semana na praia e passei os últimos dias super atarefada,quase sem poder comentar nos cantinhos que amo...mandei e-mail pelo Dia Do Amigo,viste?
Um belo e repousante fim de semana para meus amados amigos.
Bjsssssss e um perfume de madressilvas para ti,
Leninha

Anabela Jardim disse...

A vovó está com saudades de seus netinhos.
http://anabelanacasadavovo.blogspot.com/

✿ chica disse...

Voltei pra te ver e dar um beijo...chica

mhelena disse...

Vim levitar um pouco mais. Dançar ao som da harpa de sua poesia encantada.
Bjos

Milla Pereira disse...

Ai, quanta saudade!!! Beijos de muito carinho

Luh Ciecelski disse...

Isso me fez lembrar que as vezes eu faço pequenos poemas e penso em boas histórias, mas elas normalmente ficam no pensamento!

Su disse...

Helena voltando, que delícia... tantas saudades de você amiga linda...

o blog anda meio maluco, não atualizou sua postagem, mas mesmo assim vale a pena sempre estar aqui e dançar ao som dessas palavras todas tecidas em poesia...

beijos!

lindo dia...

Su.

Tyrone disse...

Qualquer palavra elogiosa seria muito pequena diante da grandeza das suas.Então mudo fico. Abração, Ty

Anônimo disse...

Gostaria de recitar sua poesia Tessitura em meu novo espetáculo de dança. Posso? Com sua autorização. Tenho uma Cia de Dança Inclusiva com Cadeira de Rodas , nosso novo espetáculo se chama Tessitura. Este é o link do meu blog; http://professorasoyanevargas.blogspot.com.br/2012/07/espetaculo-tessitura.html?showComment=1343819546043#c7457036005382634898.
Conheça nosso trabalho. Amei sua poesia. Soyane